Desmame

Nossa, o blog está mega desatualizado. Na verdade eu escrevi um texto gigante falando sobre todas as novidades dos últimos dias, mas esqueci minha máquina com as fotos com a minha irmã e achei melhor esperar para postar o texto com as fotos.
Mas hoje resolvi postar para falar de um assunto importante, que merece ficar sozinho em um tópico: o desmame.
Eu já estava decidida a amamentar o Fabrizio até, pelo menos, um aninho. Ele fez 1 ano no dia 18/11 e de lá para cá eu só venho adiando esse momento.
Sexta-feira eu decidi que chegou a hora. Eu sabia que com o Fabrizio não seria fácil, que era só eu negar o peito e pronto, ele pararia de mamar. Fui a uma loja de produtos naturais e pedi algum produto amargo para passar no peito para facilitar o desmame. A atendente me vendeu um pó chamado "Rui barbo".
Depois de pegar o Fabrizio na creche e chegar em casa eu já fui dando uma bananinha amassada para ele não querer o peito. Ele comeu tudo mas mesmo assim começou a baixar a minha blusa. E eu dei o peito a ele. Eu pensei: é a despedida, deixa ele aproveitar hoje, e comecei a chorar...
A minha mãe e a minha tia sempre contam que foi duro tirar a minha irmã Rafa e a minha prima Yara do peito, porque elas mamavam com tudo de amargo e feio que elas passavam no peito. Mas elas esqueceram de me contar da parte psicológica da mãe. Eu estou sofrendo muito. Não consigo descrever esse sentimento. Eu sei que será bom para ele adquirir essa independência e ele já come de tudo e é super saudável. Por que ainda assim isso está me afetando tanto??? Será a dor de romper um vínculo??
No sábado eu o amamentei quando ele acordou às 6 e pouco da manhã. Depois que a gente levantou aí então eu passei o tal pó nos mamilos. Na primeira vez que ele quis mamar, chupou o peito e imediatamente tirou a boca e fez uma careta. Foi no outro peito e repetiu a careta. No início eu achei graça, mas depois fiquei com dó. Fez isso mais algumas vezes mais tarde. No final da tarde ele percebeu que se passasse bastante a mãozinha tirava um pouco do produto e mamou com o amargo e tudo.
NÃO CONSEGUI!!!!! FRACASSEI NA PRIMEIRA TENTATIVA.
No domingo eu abortei a missão e estou com o coração em frangalhos. Só agora tenho noção de que não será difícil só para ele. Talvez seja mais difícil para mim do que para ele.
Mamães que tenham algum conselho: ME AJUDEM!!!
Fabrizio com 3 dias de vida

11 meses - primeiros passos e mais novidades

O Fabrizio completou 11 meses ontem e teve consulta de rotina na pediatra.
Ele está com 10,270Kg e 74 cm. Engordou 450gr e cresceu 2cm. Agora ele está com peso de bebês de 1 ano e 3 meses e altura de 1 ano e 2 meses. Está super saudável e com 5 dentinhos já.
Faz tempo que eu não posto. Nesse meio tempo o Fabrizio teve consulta com outra dermatologista, a Dra. Giovanna Defonso, do Instituto da Criança em Curitiba. A médica é maravilhosa. Além de me esclarecer tudo sobre dermatite atópica, me deu uma lista de coisas que devo evitar, e uma lista de remédios para dar ao Fabrizio conforme o grau da alergia em cada momento. A pele dele melhorou muito.
Dias atrás eu o levei na piscina infantil aqui do condomínio e ele ficou bem louco, queria nadar a todo custo, ficava dando gritos e gargalhadas. Não sejo a hora de esquentar pra valer para podermos aproveitar mais dias de sol e piscina.
Cada dia que passa é uma novidade. A vovó Marilda deu uma motoquinha, e ele brinca com ela fazendo barulho de motor com a boca. Dá tchau para todo mundo e aprendeu a jogar beijinho. Tb imita a gente tossindo e espirrando. Ah, e tb rola do sofá em cima do colchão no chão. No quartinho dele tem uma toca que enchi com bolinha coloridas e ele faz a maior bagunça: fica entrando e saindo e jogando as bolinhas para fora.
Minha mãe foi comigo ontem na consulta e ficou tomando conta do Fabrizio enquanto eu conversava com a médica. E não é que o danadinho deu seus primeiros passinhos sem apoio lá no consultório!!! Repetiu o feito na casa da minha mãe. Ele não tem medo. Ainda está um pouco estabanado e descoordenado mas acho que mais alguns dias e ele já vai pegar mais prática. Fiquei super feliz
A Dra. Marlis falou para eu começar o processo de desmame dele. Cortar definitivamente as mamadas da madrugada e a das 18:00 (quando ele chega da creche). Estou com uma pontinha de tristeza no coração. Só quem é mãe sabe o quanto é gratificante amamentar. É um momento úncio de carinho entre mãe e filho. Eu estou ciente de que ele não precisa mais, mas ele é muito fissurado em peito. Vai ser uma tarefa das mais duras tirá-lo do peito, tanto para ele quanto para mim.
Para o post não ficar sem imagem, aí vão algumas fotinhas do primeiro corte de cabelo do Fabrizio no cabeleireiro (Dr. Cabelo), antes eu cortava em casa os fiapos mais compridos, mas tava mais do que na hora de dar um corte decente na juba dele.


Nooossa, que feiura que tava a juba dele


Só assim para ele ficar quietinho



Ficou super gatinho

10 meses do Fabrizio + novidades + book de gestante

Nossa faz dias que não apareço aqui. Estava a mil por hora para deixar as coisas em ordem na Facear para a minha substituta. Falei aqui que decidi sair do meu emprego nº 2?? Então, meu último dia foi 20/09/2012. Senti uma pontinha de tristeza mas já estou ótima. É bom não ter tanta coisa pra fazer e dar conta de tudo. Eu estava muito exausta. Sem falar que agora posso pegar meu pimpolho na creche todos os dias.
Bem, tenho muitas coisas para atualizar sobre o Fabrizio. A última consulta dele foi dia 17/09, às vesperas de completar 10 meses. Ele está com 9,820, 73cm e 45,8 de P.C. Engordou menos de 200gr, mas a dra. marlis disse que ele ainda está com peso e altura superiores ao padrão da idade dele. E vou falar uma coisa, a julgar pelo tanto de energia que esse piá gasta, não tem mesmo como engordar muito. Ele está terrível. Sobre em tudo, mexe em tudo, não para quieto. Aprendeu a abrir a tampa do lixo orgânico. O lixo que não é lixo, que é leve, faz tempo que ele faz um esparramo. Tenho que amarrar os puxadores das portas dos armários com uma sacola, pois ele quer bagunçar as panelas. Adora frequentar o banheiro. Já aprendeu a levantar a tampa do vaso. Eu morro de medo de quando ele alcançar a água do vaso... afff. Faz não com a cabeça e dá tchau (quando quer). Está com mania de gritar e dá um sorriso estranho mostrando os 3 dentinhos e aquela genngivona banguela hauhauha. Para dar banho está difícil. Ele fica em pé na banheira, quer tomar a água. Para trocar então... não para quieto. O creme de corpo eu passo fazendo o maior malabarismo. Mas o difícil mesmo é colocar a fralda. eu deito ele e quando vou arrumar a fralda ele já vira de bruços e sai engatinhando. Ai gente, tá difícil. Mas fico feliz com tudo isso, pois mostra que ele é uma criança saudável e esperta. Na alimentação ele nunca me deu trabalho. Come até estanho derretido se der. A comida dele agora é só amassada com o garfo. Hoje de manhã me contaram na creche que ele está mamando na mamadeira. Fiquei mega feliz, pois até então eles tinha de engrossar o LA e dar a ele na colher. Meu leite está bem pouco, já que ele mama só às 06:00, às 18:00 e às 21:00. É, meu bebezinho já não é mais tão bebezinho, tá virando um homenzinho já...
Ontem peguei o CD com as fotos do meu book de gestante (um ano depois). Fizemos as fotos na 32ª semana (oito meses). Amei!!! Tenho vontade de ter outro filho só para ter de novo aquele barrigão, sinto muitas saudades da minha barriga. Eu me achei uma grávida bonita, apesar dos inchaços nos pés, mãos e rosto, comuns nos últimos dias.

Algumas fotinhas:






sono norturno + dermatite atópica + bati o carro

Olá meninas,
Passei apenas para contar que continuo firme e forte com a rotina pré-sono do Fabrizio. Ele ainda está acordando e resmungando uma, duas, e muito raramente três vezes na noite. Mas em todas elas ele volta a dormir sozinho. De sábado para domingo ele não acordou nenhuma vez, mas foi só nessa noite. Para mim já está de bom tamanho. Estou me sentindo bem mais descansada.
Mudando de assunto, o Fabrizio estava com um ressecamento na pele há uns 2 meses, mas como não tinham coloração a Dra. Marlis nem falou nada nas consultas de rotina. Eu sempre tive de tomar cuidado com os produtos que uso nele, pois alguns sabonetes e hidratantes causam alergia nele. Por isso não me preocupei até então. Ocorre que, de umas semanas para cá as manchas começaram a se espalhar e a ficarem vermelhas. Então, na consulta do dia 17/08 eu relatei para a Dra. Marlis e ela encaminhou o Fabrizio ao dermatologista e especialista em alergias, Dr. Mauricio Martins. A consulta com o derma foi ontem, 03/09. O médico diagnosticou a dermatite atópica e receitou uma pomada chamada Fisiogel AI creme (loção cremosa). Aff... quase caí dura com o preço. Mas fazer o que né?? Em primeiro lugar a saúde dos pequenos. Gastei meu presente de aniverário que ganhei da minha mãe (R$ 100) todinho na dita pomada, pois só recebo dia 08, sniff sniff...
Hoje meu dia está complicado. Estou na ativ a desde às 05:00, fechando o boletim da Juruá. Depois de deixar o Fabrizio na creche às 07:50 eu segui para a Juruá e, no meio do caminho, um homem me fechou no trânsito e eu bati o meu carro no dele. Afff.... tudo para ajudar. O detalhe é que eu ainda tenho que ir para Araucária... Meu carro não estragou muito: quebrou o vidro do farol e entortou o paralama. Como ninguém se machucou, não chamamos a polícia. Eu peguei os dados do motorista e ele prometeu que vai pagar o conserto. Vamos ver...

a saga continua: 6ª noite - 99% de sucesso

Ontem peguei o Fabrizio às 17:20 na creche. Normalmente ele dorme logo depois da janta da creche, por volta das 16:00. Quando chego para buscá-lo, às 17:00, ele sempre está dormindo. Por isso deixei para chegar mais tarde ontem para ele dormir tudo. Porém ontem ele dormiu super pouco, segundo me contou a professora, não mais do que 20 minutos.
No caminho para casa eu já fui matutando como isso afetaria a rotina pré-sono noturno dele. Bem, se ele não dormiu o suficiente a tarde, vai ficar com sono mais cedo do que de costume. Se dormir perto das 18:00 até que não afetaria a rotina. Mas e se dormisse umas 19:00? Provavelmente na hora da janta em casa (19:30) ainda estaria dormindo. E o banho??? Por outro lado se ele não dormir um pouco vai capotar lá pelas 20:30 e provavelmente vai acordar lá pelas 05:00. Minha cabeça virou um turbilhão.
Bem, tentei fazê-lo dormir às 18:00 e nada. Às 19:30 dei a janta e ele já começou a esfregar os olhos. Já comecei a antever problemas. Inventei brincadeiras mais animadas para mantê-lo aceso. Às 20:30 dei banho, massagem, troca de roupa, mamá, sempre lutando para mantê-lo acordado. Às 21:30 começa os Backyardigans, que ele adora. Assim que terminou a abertura do desenho vi que ele não estava mais aguentando. O coloquei para dormir às 21:36. Ele ficou chorando quando saí do quarto, mas parou em poucos segundos. Voltei ao quarto às 21:40 e ele já tinha capotado. Ele choramingou às 01:17, 03:47 e 06:23, em nenhuma delas em precisei ir ao quarto dele, já que parou quase que instantaneamente. Às 07:00 eu peguei ele no berço (dormindo), dei mamá (dormindo), troquei a fralda (dormindo) coloquei a roupa (dormindo) e daí fui obrigada a acordá-lo para tomar o remédio, hauahuahauh.
Eu considero essa noite como 99% de sucesso. Vou chegar aos 100% quando ele não der essas choramingadas no meio da madrugada, pois, por mais que eu não precise ir atendê-lo, eu acordo do mesmo jeito e vou sondá-lo para ver se está tudo bem e depois demoro a pegar no sono novamente. Mas eu chego lá!!! Se Deus quiser... Amém.

Que cara de bravo!!!

a saga continua: 5ª noite

Olá meninas,
Já estou aqui para fazer o relato da 5ª noite.
Ontem eu estava ansiosa para ver como seria a noite, já que a rotina do Fabrizio nas terças e quintas-feiras é um pouco atípica. Bem, nesses dois dias eu trabalho até às 20:30 e ele fica com a Vovó Marilda.
A Vovó e o vovô cuidam bem direitinho dele. O problema é que eu consigo chegar lá para buscá-lo apenas às 21:10 (são 30km). Quando ele me vê só enxerga dois peitos na sua frente. Até eu dar mamá e a gente seguir para o nosso lar, já passam das 21:30. Outro problema é que, geralmente, ele acaba adormecendo no carro. Esses fatores comprometem toda a rotina pré-sono. É por essas e outras que eu e o marido achamos melhor eu sair desse emprego (e ficar só com o outro emprego).
Bem, ontem a sogra deu a janta dele às 19:00, um pouco mais cedo do que eu costumo dar (19:30 ou 19:40). Peguei ele às 21:10 e NÃO dei mamá. Fomos rapidinho para casa. Às 21:30 dei banho, mais tarde do que de costume (21:00), não lavei o cabelo dele para agilizar o processo. Em seguida fiz a massagem no quartinho aquecido, coloquei a roupa e só então dei mamá. Pelo jeito ele comeu bastante polenta que a vovó Marilda fez, pois ficou numa boa sem mamar todo esse tempo. Isso já eram 22:20. Nos outros 4 dias esses horário ele já estava dormindo. Para não destoar muito no horário de ir para o berço, não brincamos após o mamá. Às 22:25 eu o coloquei no berço e fiz o meu ritual de despedida ("filho, a mamãe está aqui, tá? Mas agora está de noite e é hora de dormir. Te amo. Dorme com Deus", beijinho, carinho nos cabelos, apaguei a luz, saí do quarto e encostei a porta). Ele ficou chorando enquanto eu me retirava do quarto, mas quando eu cheguei na cozinha - cerca de 10 segundos depois - ele já havia parado. Voltei para sondar e ele realmente já havia dormido. Nem pude acreditar. Ele já assimilou que quando ele é colocado no berço e está escuro é hora de dormir.
Mas como nem tudo são flores, essa noite eu experimentei a minha primeira frustração. Às 02:52 ele tossiu seco algumas vezes. Eu fiquei preocupada e corri pegar água. Quando cheguei ao quartinho ele já havia dormido novamente. Mas eu achei melhor dar a água e o acordei. PIOR BESTEIRA QUE FIZ. Ele ficou mal humorado, não quis tomar a água. Dae dei o peito para "molhar" a garganta. Coloquei para dormir 03:03. Ficou chorando. Às 03:08 peguei no colo e ninei (aff... não me xinguem). Saí do quato às 03:15 e ele ficou chorando. Como ele não parou de chorar, voltei às 03:25 e peguei novamente, fiquei balançando e cantando perto do ouvido até que ele dormiu às 03:33. Ou seja, perdemos preciosos 41 minutos de sono por conta da minha estupidez. Vivendo e aprendendo.
Eu demorei um tempão para pegar no sono, já que fiquei bem desperta com toda essa maratona.
Para compensar esse desastre, ele dormiu ininterruptamente até às 07:00 quando o peguei do berço para amamentá-lo e arrumá-lo para a creche. Ele mamou dormindo e permaneceu dormindo enquanto eu trocava a fralda e colocava a roupa, tadinho....

a saga continua: 4ª noite

Olá meninas
Vim fazer o relato da 4ª noite da nova técnica para o Fabrizio dormir a noite toda.
Tivemos ainda mais progressos.
Ontem o André se atrasou e quando chegou na creche o portão já estava fechado. Como na segunda-feira eu não trabalho fiquei com o pequeno o dia todo. Ele tirou uma soneca gigante a tarde: das 16:30 às 19:00. Fiquei impressionada. Ele nunca dorme mais do que 1h nas sonecas diurnas. Por conta disso, estiquei também os horários da rotina pré-sono noturno.
A janta eu dei às 19:40 para dar tempo de fazer a digestão. Dei banho às 21:00, seguido da massagem no quarto. Ele tava ligado no 220, não parava quieto. Então fomos para a sala e brincamos até às 22:00. Dei mamá e quando percebi que começou a ficar sonolento e esfregar os olhinhos o levei para o quarto e apaguei o abajur. Às 22:15 o coloquei no berço, dei beijo de boa noite, fiz carinho nos cabelos, sai e fechei a porta. Ele ficou acordado no escuro mas não chorou. Fiquei sondando nos próximos minutos. Ele dormiu às 22:22, "sem chorar". Não estou nem acreditando...
Às 02:22 ele soltou um chorinho, e foi o único. Acho que era algum sonho. Não precisei me levantar. Vejam que ele pulou a acordada da meia-noite e pouco.
Ele soltou um novo chorinho (único) e eu nem olhei no celular que horas eram, já que parou instantaneamente. Acho que era outro sonho.
Às 06:07 chorou mais um pouco e parou. Dessa vez eu levantei e fui ao quartinho e o peguei para dar mamá. Antes ele acordava às 05:00. Já aumentamos 1hora. Amanhã pretendo dar o mamá só às 07:00 para, enfim, chegarmos aos 100% de sucesso.